alla Filosofia Dialogica, Letteratura, Relazioni Internazionali, Scienze Interculturali, Diritti Umani, Diritto Civile e Ambientale, Pubblica Istruzione, Pedagogia Libertaria, Torah, Kabballah, Talmude, Kibbutz, Resistenza Critica e Giustizia Democratica dell'Emancipazione.



ברוך ה"ה







giovedì 20 novembre 2008

CABALAT SHABAT: Bênçaos e procedimentos básicos simplificados para o Kidush (santificação)

CABALAT SHABAT (simplificado)
*
O SHABAT
as bênçãos e procedimentos básicos „simplificados“
para o Cabalat Shabat
I
Ocorre na sexta-feira, ao por do sol. Trata-se da Recepção (Cabalat) do Shabat.
Acendem-se duas velas, representando cada qual um dos aspectos da recepção, ou seja, a primeira vela (da direita) diz respeito ao ``lembra-te`` e, a segunda, (da esquerda), ao ``guarda``; É preferível que o candelabro seja de uma só peça, tendo em vista que a Mitzvá do Shabat é uma só com dois aspectos complementares.
II
Após acender as velas (normalmente é a mulher quem o faz) recita-se a seguinte bênção:
*
BARUCH ATÁ ADONAI, ELOHÊNU MÉLECH HAOLAM,
ASHER KIDESHÁNU BEMITSVOTÁV,
VETSIVÁNU LEHADLIC NÊR SHEL SHABAT
tradução: (Bendito és tu Eterno, nosso D-us, Rei do Universo,
que nos santificaste com os teus mandamentos
e nos ordenaste acender as velas do Shabat)
III
após o acendimento destas velas, a mulher que as acendeu passa suas mãos por sobre a chama em movimentos circulares e as leva para o rosto, diante dos olhos.
*
BARUCH ATÁ ADONAI, ELOHÊNU MÉLECH HAOLAM,
SHEHECHEIÁNU VEKIIEMÁNU VEHIGUIÁNU
LAZEMAN HAZÉ
tradução: (Bendito és tu, Eterno, nosso D-us, Rei do Universo,
que nos conservaste em vida, nos amparaste,
e nos fizeste chegar chegar a esta época festiva)
*
obs.: após o acendimento destas velas e das bênçãos não podemos mais acender fogo durante todo o Shabat que termina apenas ao por do sol do sábado, com a Havdalá Shabat. Por isso mesmo, é aconselhável, para os que necessitem utilizar o fogo, o acendimento de uma vela (antes do Cabalat Shabat) que, ficando em lugar seguro, poderá emprestar sua chama para usos regulares. Esta vela anterior é Shamesh (serviçal). Em nenhuma hipótese podemos emprestar a chama das velas do Cabalat Shabat (que não são serviçais).
IV
Enche-se uma taça de vinho e erguendo-a recita-se:
*
BARUCH ATÁ ADONAI, ELOHÊNU, MÉLECH HAOLAM,
BORÊ PERI HAGÁFEN
tradução: (bendito és tu Eterno, nosso D-us, rei do universo, que criaste do fruto da vide)
V
Tomam-se os Chalot (pães especiais para o Shabat) nas mãos e recita-se:
*
BARUCH ATÁ ADONAI, ELOHÊNU, MÉLECH HAOLAM,
HAMOTSÍ LECHEM MIN HAÁRETS
tradução: (bendito és tu, Eterno, nosso D-us, rei do universo, que fazes sair o pão da terra)
*
obs.: VINHO E CHALOT são apenas os alimentos necessários para o kidush de Cabalat Shabat. Após as Bênçãos entremeadas com cânticos apropriados (e judaicos), todos os participantes desejam uns aos outros SHABAT SHALOM e fazem a refeição. Aconselha-se a ter neste dia pratos deliciosos, diferentes dos de outros dias, em face da singularidade do Shabat (pratos salgados, doces etc...). As velas que foram utilizadas para a recepção do Shabat podem ficar acesas até sua extinção completa, renovando a cada Shabat com velas novas.
ESTE É APENAS UM PROCEDIMENTO SIMPLIFICADO!!!

Nessun commento: