alla Filosofia Dialogica, Letteratura, Relazioni Internazionali, Scienze Interculturali, Diritti Umani, Diritto Civile e Ambientale, Pubblica Istruzione, Pedagogia Libertaria, Torah, Kabballah, Talmude, Kibbutz, Resistenza Critica e Giustizia Democratica dell'Emancipazione.



ברוך ה"ה







giovedì 2 febbraio 2012

PROCURAM-SE, URGENTEMENTE, ESTUDANTES, ADVOGADOS, PROMOTORES, PROCURADORES...






PROCURAM-SE, URGENTEMENTE, ESTUDANTES, ADVOGADOS, PROMOTORES, PROCURADORES...
(Para segurar a onda de Santa Maria, Pinta e Nina e respectivos “fakes”)

Procuram-se Estudantes para Brasil (para o futuro), que não sintam tesão e irresistível atração por resumos, sinopses, colagem, celulares e, desnudos de inteligência, babem em festas sem fim!

Estudantes militantes, procuram-se!
Que consigam ao mesmo tempo devorar livros e fazer sexo, beijar de língua falando de política e gozar, gozos multifacetados, com a liberdade de quem conhece História, Direito, Filosofia, Sociologia, Economia, Literatura e Geografia!
Estudantes de quaisquer áreas que sintam vergonha, ao menos, por não conhecerem História,
Direito,
Filosofia,
Sociologia,
Economia.
Literatura
e Geografia!
Procuram-se Estudantes que não sejam “fakes”!

Procuram-se Advogados para o Brasil (de hoje) que não olhem para quem deles precisar como se os mesmos fossem “frango assado” (tipo papa léguas e coyote);
Procuram-se Advogados que, inicialmente, conheçam - e bem - o Sistema Jurídico, inclusive nas entrelinhas, mas que tenham deixado páginas e páginas de Direito, História, Filosofia, Sociologia, Economia, Literatura e Geografia, reviradas, riscadas, anotadas, marcadas – e que jamais tenham lido quaisquer resumos ou sinopses!
Procuram-se Advogados que saibam falar e escrever e que nunca tenham plagiado alguém, nem usado o nome de alguém.
Advogados que saibam, não apenas teoricamente, mas, na prática, a diferença entre “Leis” e “Direito”, entre seres humanos e clientes, entre desespero e necessidade, entre injustiça e tempo, entre vida e morte!
Procuram-se Advogados que não sejam “fakes”!

Procuram-se Juízes que saibam tudo o que estes Advogados souberem e que nunca, nunca mesmo, tenham medo da Eliana Calmon!
Juízes que saibam a diferença entre “amanhã” e “hoje” e que nunca, nunca mesmo, permitam aos cartorários redigirem suas sentenças!
Juízes que não sejam “fakes”, procuram-se Juízes que não sejam “fakes”, desesperadamente!

Procuram-se Promotores, Procuradores e Delegados de Polícia que saibam tudo o que estes Advogados souberem e que saibam, ainda, tudo o que estes Juízes pensarem, além de terem a exata noção entre o que seja “público” e “privado”!
Procuram-se Promotores, Procuradores e Delegados de Polícia que não freqüentem tanto lojas de ternos, mas entrem, insistentemente, nas favelas, ocupações, prisões, cadeias e setores de licitações!
Promotores, Procuradores e Delegados de Polícia que não sejam “fakes”

A diferença entre os Estudantes, Advogados, Juízes, Promotores, Procuradores e Delegados de Polícia que se procuram, urgentemente, e os “fakes”, que existem aos montões, é que aqueles conhecem profundamente Direito, História, Filosofia, Sociologia, Economia, Literatura, Geografia e amam, com certeza, Mário Quintana, enquanto estes, conhecem bem e “invejavelmente”, resumos, sinopses, colagens, celulares e outras tecnologias e amam, lógico, Steve Jobs!

© Pietro Nardella-Dellova, 2012

2 commenti:

Rubens S. Beheregaray ha detto...
Questo commento è stato eliminato dall'autore.
Isabel Bell ha detto...

Acrescentaria a esses "procurados" os desembargadores, juizes de juizes. Singelo o texto, eu diria até ingênuo, pois está-se à caça de "seres em extinção". Abraço fetivo.