alla Filosofia Dialogica, Letteratura, Relazioni Internazionali, Scienze Interculturali, Diritti Umani, Diritto Civile e Ambientale, Pubblica Istruzione, Pedagogia Libertaria, Torah, Kabballah, Talmude, Kibbutz, Resistenza Critica e Giustizia Democratica dell'Emancipazione.



ברוך ה"ה







giovedì 11 febbraio 2016

PARA CURAR UM MUNDO DOENTE: RASGUE A BÍBLIA!

PARA CURAR UM MUNDO DOENTE
Pietro N-Dellova
Rasgue a Bíblia! Sem dó!
Rasgue-a completamente, gritando ao vento e amaldiçoando cada um dos homens que a pensaram e a fizeram, ou seja, que a compilaram e a denominaram "Bíblia"!
...depois, calmamente - e respirando fundo, feche a boca, procure pelos Livros que foram usados para se fazer a Bíblia, cada um deles que tem nome, autor e época (por exemplo, pegue apenas o Pentateuco - e leia-o; pegue Samuel I e II e leia-os; pegue os Salmos e leia-os; pegue Provérbios e leia-os; pegue Isaías e leia-o e assim por diante, leia-os, um a um, separada e honestamente (de preferência, na língua original!), sem qualquer referência tendenciosa nos rodapés. Aliás, sem quaisquer rodapés. Livro por Livro, separadamente!!!
Atenção! O Cântico dos Cânticos, se for lido, deve sê-lo sem qualquer conexão com outros livros - e muito calmamente, pois é o Livro mais especial de todos!
Lembre-se! Cada Livro deve ser libertado do conceito de "bíblia" e, mais ainda, do conceito de "referências bíblicas", pois cada autor viveu em uma época, em um contexto e em uma experiência e assim devem ser respeitados em sua individualidade. A Bíblia os aprisionou, e ela, Bíblia, tornou o mundo mais feio e intolerante (mas, cada autor, não!)
Depois disso, nunca mais dirás a mentira: ;a Bíblia disse..., mas, poderá dizer, quem sabe: conforme o pensamento do Profeta Isaías...; ou; conforme o pensamento de Salomão, em Provérbios...; ou; conforme a Torá de Moisés...; ou; a Poesia de Amor do Cântico dos Cânticos...; ou; os Salmos desse ou daquele autor...
Pronto, feito isso, você será uma pessoa honesta, verdadeira, equilibrada, saudável, solidária, exorcizada, humana, emancipada, esclarecida e feliz (talvez, até se torne uma pessoa bondosa!) e o mundo já não será mais essa coisa feia e doente!
p.s.:
NÃO SE ASSUSTE NEM FIQUE BOQUIABERTO, POIS QUANDO DISSE "RASGUE", ESTAVA ME REFERINDO AO CONCEITO DE "BÍBLIA" E NÃO AOS LIVROS NELA APRISIONADOS!
Pietro N-Dellova
[Pietro N-Dellova é Mestre em Ciências da Religião pela PUC/SP e Mestre em Direito e Filosofia do Direito pela USP. Doutorando em Ciências Jurídicas e Sociais pelo PPGSD da Universidade Federal Fluminense. Formado em Direito e em Filosofia; Pós-graduado "lato sensu" em Direito Civil e em Literatura. Autor de vários livros, entre os quais "A Morte do Poeta Nos Penhascos e Outros Monólogos"]

*
*

Nessun commento: