alla Filosofia Dialogica, Letteratura, Relazioni Internazionali, Scienze Interculturali, Diritti Umani, Diritto Civile e Ambientale, Pubblica Istruzione, Pedagogia Libertaria, Torah, Kabballah, Talmude, Kibbutz, Resistenza Critica e Giustizia Democratica dell'Emancipazione.



ברוך ה"ה







domenica 1 maggio 2016

O IMPEACHMENT, O PT, O PSDB E CIA DE RATOS

O IMPEACHMENT, O PT, O PSDB E CIA DE RATOS
por Pietro Nardella Dellova
O que ocorre, hoje, no Brasil, não é exatamente golpe (como querem o governo e os petistas) nem processo legítimo de impeachment (como querem a oposição e os antipetistas). É um misto de estupidez noveleira, irresponsabilidade político-jurídica e rosnado entre estes e aqueles!
Na Câmara Federal, exibiu-se o que é a Câmara: ajuntamento de psicopatas. No Senado, pelas últimas sessões, demonstrou-se que o cenário não é muito diferente...
O Direito, o Direito mesmo, está bem longe de tudo isso (e escondido sob transbordante incoerência e omissão). O cenário é caótico, mas, caótico sempre foi o cenário brasil(eiro): não há surpresas - apenas evidências de uma tal superficialidade e grosseria com a coisa pública (incluindo o falido sistema eleitoral).
Os Partidos de Oposição, entre os quais, o PSDB, não valem nada. O PT (e os seus aliados, agora, não aliados), também não! O PT carregará metade culpa do estado de "coisas" a que o Brasil foi condenado. Quando o PT poderia ter feito Política (fez politiquinha). Quando o PT poderia ter chamado ao diálogo as grandes figuras (inclusive as que não são do PT), preferiu abraçar (e comprar) o que tem de mais sujo e mais precário nessa caverna!
Até aqui, as falas de Janaína Paschoal, Miguel Reale Jr., Hélio Bicudo, entre outras, não conseguiram estabelecer um ponto, um único ponto, com lógica e embasamento jurídico. São falas sem mérito nem base! Merecem (a denúncia e as falas) apenas o desprezo de qualquer pessoa com o mínimo de clareza e conhecimento jurídico. Por outro lado, os defensores de Dilma também não disseram nada - e nada têm a dizer. Isto e aquilo são apenas coisas vazias e superficiais: não se pode acusar na mesma proporção que não se pode defender...
Os governos de Dilma (como foram os governos de Lula, FHC, Itamar, Collor e José Sarney) são uma caixa de gordura, apenas uma caixa de gordura, no cenário político. Todos são (e foram) governos de ajuntamento e de pequenez. Tão pequenos que, não causa surpresa que algum tresloucado defenda o tempo da Ditadura Militar. A incompetência destes faz o autoritarismo daqueles parecer nota de rodapé!
O PT deixou passar o que, talvez, tenha sido a sua única oportunidade histórica: a proposta e encaminhamento de uma Reforma (melhor seria, Forma) Política mais moderna e avançada. Ao contrário, preferiu alimentar ratos e cobras e mantê-los por perto dos berços da sociedade. Deu nisso (isso, digo, coisa!): os ratos e cobras, inclusive, naquilo que se tornou o PT, agora tomam de assalto os berços e o que de melhor tinha a sociedade.
Pietro Nardella Dellova


*
*

Nessun commento: