alla Filosofia Dialogica, Letteratura, Relazioni Internazionali, Scienze Interculturali, Diritti Umani, Diritto Civile e Ambientale, Pubblica Istruzione, Pedagogia Libertaria, Torah, Kabballah, Talmude, Kibbutz, Resistenza Critica e Giustizia Democratica dell'Emancipazione.



ברוך ה"ה







domenica 28 agosto 2016

PARA ALÉM DE PETISTAS E ANTIPETISTAS, ESTE IMPEACHMENT É UM ATENTADO

PARA ALÉM DE PETISTAS E ANTIPETISTAS, ESTE IMPEACHMENT É UM ATENTADO

Independentemente de gostar - ou não, de Dilma, está absolutamente claro e, além disso, demonstrado e provado, que Dilma não cometeu crime de responsabilidade.

De um lado, uma pífia Acusação "sem eira nem beira", desde a peça inicial, depoentes, informantes, até as últimas alegações: algo risível e, sobretudo, infundado. A Acusação não apenas é pífia, mas viciada, desde a origem, com a litigância de má-fé, sem contar que, qualquer minhoca o reconhece, os "juízes" do Senado Federal são partes promotoras, incentivadoras e instrutoras dessa "coisa" toda. No caso do Senado Federal, não se trata de "Magistratura" e, muito menos, de Magistratura digna: os senadores estão mais para militantes do Estado Islamista com sua própria noção de justiça e processo!

Do outro, quer gostemos ou não, há uma sólida e impressionante Defesa: ela é técnica, ética e constitucional, como todo arrazoado jurídico deve ser. Solidez e substância caracterizam a Defesa até aqui apresentada, enquanto, do lado da Acusação, nada substancial e, mormente caricaturizado.

Os que se manifestaram até aqui são de tipos já conhecidos, ou seja, antipetistas (incluam-se os batedores de panela, os carregadores de bonequinhos de plástico anti-Lula, a Veja, a Globo, a Acusação, a enxurrada (ou manada) dos Deputados Federais que se pronunciaram, os Senadores da Acusação e uma infinidade de "juízes facebookianos", bem como petistas (incluam-se os "fora Temer", a Defesa, os Deputados petistas e comunistas, os Senadores petistas e outros "juízes facebookianos"!

Mas, há um outro fenômeno interessante. Outro grupo que se apresentou, expôs, esclareceu e debateu sobre este "impeachment", que não é petista e, muito menos, antipetista, não pensa na defesa de Dilma nem em sua acusação: grupo que, numeroso, conta com juristas e analistas políticos, nacionais e internacionais. Este é o grupo que faz a diferença racional, pois não sendo petista, nem antipetista, não sendo de batedores de panela e, muito menos, de carregadores de bonequinhos de plástico, não fazendo parte dos "Fora Dilma" ou "Fora Temer" e não tendo sua cultura nascida ou adquirida nas redes sociais, manifestaram-se (e manifestam-se ainda) contra o Impeachment por considerá-lo, neste caso concreto, um atentado ao Estado Democrático de Direito e um perigo para a Democracia.

Então, apesar de ser desprezível a Acusação, bem como superior a Defesa, incomparavelmente superior, ou restar provado que não houve crime de responsabilidade, apesar dos petistas e antipetistas, interessa-nos, ou deveria nos interessar, mais, muito mais, a análise superior deste terceiro grupo, racional, democrático e, no caso concreto, contra o impeachment.

Pietro Nardella Dellova

*
*

Nessun commento: