alla Filosofia Dialogica, Letteratura, Relazioni Internazionali, Scienze Interculturali, Diritti Umani, Diritto Civile e Ambientale, Pubblica Istruzione, Pedagogia Libertaria, Torah, Kabballah, Talmude, Kibbutz, Resistenza Critica e Giustizia Democratica dell'Emancipazione.



ברוך ה"ה







giovedì 13 ottobre 2016

O BRASIL CONSTITUCIONAL: UMA FARSA!

O BRASIL CONSTITUCIONAL: UMA FARSA!
O Brasil não é um país sério! É sério? Não, não é sério e, muito menos, Estado Democrático de Direito.
Há, sim, um país chamado República Federativa do Brasil, maravilhoso, estupendo, invejável, digo, há um formidável projeto de país no texto da Constituição. E há, por desgraça, um outro Brasil: essa coisa que aí está, que é, ou bipolar, ou hipócrita!
Vejamos. Fosse realmente o país que está na CF/88, Michel Temer e sua quadrilha estariam presos por, de início, terem atentado contra a Constituição (há outros crimes por eles cometidos, todavia, menos graves). Lá por Curitiba, Sérgio Moro praticou um crime quando ilegalmente interceptou a conversa de um Presidente da República (seja quem for) e, depois, em pleno inferno de manifestações pró-impeachment, autorizou sua divulgação, aliás, ele mesmo divulgou o áudio. Na ligação telefônica, Dilma envia um Ato de Posse a Lula! A intenção de Moro (ele próprio confessou) foi a de "informar o eleitor sobre os atos de seus representantes: Moro considera-se um salvador e, ao mesmo tempo, um incendiário de manifestações populares!
Por outro lado, Sarney, Jucá, Renan (e Temer com outros) foram flagrados em gravações, acertando a "tomada", assim, simplesmente, do poder presidencial, ou seja, um ATENTADO à Constituição. Onde está Moro? Onde está o STF? Ninguém sabe! Onde esses fulanos do PMDB que foram gravados? Estão todos exatamente onde disseram que estariam, ou seja, governando com Temer: estão no poder!
Fosse o Brasil real um Estado Democrático de Direito, então, Sérgio Moro não presidiria mais o importante Processo da Lava Jato (insisto: um importante Processo!), pois já ficou escancarado que o mesmo não reúne condições e qualidades de um verdadeiro "magistrado" nem suficiente imparcialidade para a presidência de tão relevante processo. Insisto uma segunda vez: um relevante processo! Ainda, fosse um Estado Democrático de Direito, então, Gilmar Mendes, de há muito, teria sido afastado do STF, ademais, não ocuparia a Presidente do TSE, pois ele é (todos sabem!), um militante de corpo e alma do PSDB, além de ser um falador desafinado com o Direito! Do ex-deputado Eduardo Cunha nem preciso falar, pois é sabido e notório que fez um acordo para entregar o cargo e mandato (os surpreendentes 450 votos pela sua cassação provam essa tese!). Sobre a irracionalidade dos batedores de panelas (hoje desaparecidos, pois foram apenas fakes e encenação), e, de outro lado, dos carregadores de bandeiras da CUT (também fakes e figurinos), não dá para falar: tudo foi psicopatia de multidão, arroto de coxinha e mortadela, enfim, palhaçada e carnaval!
Fosse o Brasil exatamente o Brasil que está na CF/88, Dilma, por pior e mais lixo que tenha sido seu primeiro Mandato (refiro-me ao primeiro Mandato, pois o segundo, todos sabemos, o PSDB, PMDB, DEM, PPS, Janaina Paschoal e Miguel Reale Jr (contratados ou filiados ao PSDB), a Bancada Evangélica, a Bancada Ruralista, a Bancada dos Psicopatas e tais e quais, não permitiram existir, isto é, sufocaram-no violentamente: foram quinze meses de governo induzido ao coma). De qualquer modo, ela, por péssima gestora que é (e apesar disso), deveria terminar o Mandato legitimamente conquistado nas urnas, não por respeito ao seu governo miserável ou modo estúpido de governar, mas pela integridade da própria CF/88, além do respeito aos seus 54 milhões de outorgantes: o Brasil não é parlamentarista!!!!! Bem, o Brasil é uma farsa!
Um país sério e com uma Constituição respeitável, faria, então, valer a sua Constituição, como deveria ser o caso da CF/88 (lembro a todos que a CF/88 é apenas uma das duas Constituições respeitáveis, entre as OITO que teve o Brasil desde 1824 - A outra é a de 1946!). Perguntem-se o porquê de OITO Constituições; perguntem-se o porquê de um Brasil começar em 1822, mas ter sua primeira Constituição apenas em 1824; perguntem-se o porquê de, entre OITO Constituições, apenas DUAS serem democráticas; perguntem-se o porquê de Getúlio Vargas ter governado sem Constituição; perguntem-se o porquê do golpe de 1964; perguntem-se o porquê da CF/88 e, enfim, com respostas inteligentes, históricas e fundamentadas, descobrirão o que é o Brasil e, sobretudo, porque é uma farsa!
Enfim, o que aí está não pode ser uma Democracia, um país sério e, muito menos, um Estado Democrático de Direito. É, do ponto de vista interno, uma Oligarquiazinha burra, bem burra, e historicamente perversa e escravocrata. Do ponto de vista externo, internacional, não passa de um fornecedor de "exploração sexual infantil", de "bundas" e outras commodities, de um praticante de tráfico de pessoas e de trabalho escravo, do garantidor de estelionato religioso, especialmente neopentecostal (que é também eleitoral - vide Malafaia, Edir Macedo, Waldomiro, R. R. Soares, Crivella, Feliciano, Cunha e outros criminosos) e, para a alegria dos banqueiros, um lugarzinho ótimo para se especular financeiramente!. O resto, bem, o resto é resto apenas... farsa!
NOTA NECESSÁRIA I: Não gosto do PT, pois o PT fede, fede muito, assim como fedem, e fedem muito, o PSDB, PMDB, DEM, PPS, PTB e o resto da escória político-partidária). Abstenho-me de criticar, nesse momento, o PSOL, por respeito à senhora Erundina, mas, principalmente, porque o ECA protege crianças e adolescentes, assim como sua liberdade de associar-se livremente, que é o caso dessa agremiação partidária imatura! O PSOL é legalzinho, bacaninha, descolado - e só!
NOTA NECESSÁRIA II: Tenho apenas um interesse nessa história toda: DIREITO, CONSTITUIÇÃO FEDERAL e, principalmente, a relação entre DIREITO e DEMOCRACIA - o resto deixo para os ratos se fartarem ou para quem tem tempo para fofocas, novelas, torcida de futebol, bobagens facebookianas e maledicências...
NOTA NECESSÁRIA III: A PEC 241 (apropriada para investidores insaciáveis) e a REFORMA DO ENSINO MÉDIO (por MP - Medida Provisória, com o objetivo de inibir o desenvolvimento de cérebros), embora não citadas no texto, fazem parte da farsa política e do escarro oligárquico!
NOTA NECESSÁRIA IV: Temer é um mentiroso, sabotador e não foi eleito pelo voto direto. Fora Temer!
NOTA NECESSÁRIA V: Marcela Temer é uma garota bonitinha, inofensiva: portando, deixem-na em paz!
Pietro Nardella Dellova

*
*

Nessun commento: