alla Filosofia Dialogica, Letteratura, Relazioni Internazionali, Scienze Interculturali, Diritti Umani, Diritto Civile e Ambientale, Pubblica Istruzione, Pedagogia Libertaria, Torah, Kabballah, Talmude, Kibbutz, Resistenza Critica e Giustizia Democratica dell'Emancipazione.



ברוך ה"ה







giovedì 30 giugno 2016

A PARTICIPAÇÃO DOS JOVENS NAS INSTITUIÇÕES PÚBLICAS



Professores Alexandre Motta e Pietro Nardella Dellova 
em participação, exposição e diálogos no
I CONGRESSO ONLINE JOVENS NA POLÍTICA

I CONGRESSO ONLINE JOVENS NA POLÍTICA



I CONGRESSO ONLINE JOVENS NA POLÍTICA

______________________

Nos dias 29 e 30 de junho acontecerá o I Congresso Online Jovens na Política, com transmissão totalmente online!

O Congresso Online Jovens na Política busca tratar de assuntos contemporâneos relativos à política e gestão pública brasileira, alcançando o maior número possível de jovens - de forma dinâmica, inovadora e numa linguagem que traduza a política ao cotidiano dos jovens brasileiros. O Congresso acontecerá nos dias 29 e 30 de junho de maneira totalmente online em diversos horários, favorecendo, portanto, a participação de uma grande quantidade de interessados.

Basta ter um dispositivo com conexão à internet para acompanhar a programação! E por falar na programação, dê uma olhada:

29/06, ÀS10H
ABERTURA: CONJUNTURA NACIONAL
Participantes: Prof. Dr. Wagner Pralon e Mídia Ninja

29/06, ÀS14H
PAINEL: JOVENS QUE FAZEM POLÍTICA
Participantes: Gustavo Oliveira, Pedro Mendonça, Kayo Amado e +

29/06, ÀS19H
PAINEL: EMPODERAMENTO JOVEM
Participantes: Representantes da Juventude e Organizações do Terceiro Setor

30/06, ÀS10H
PAINEL: PARTICIPAÇÃO DOS JOVENS NA INSTITUIÇÃO
Participantes: Alexandre Motta e Pietro Nardella Dellova

30/06, ÀS14H
PAINEL: O PAPEL DA JUVENTUDE NAS POLÍTICAS PÚBLICAS
Participantes: Felipe Ramos e outros

30/06, ÀS14H
ENCERRAMENTO: OPINIÃO
Participantes: Jornalistas, acadêmicos e artistas

Para participar do Congresso, basta se inscrever. Horas antes do evento mandaremos o link da transmissão por e-mail. Emitiremos certificado digital de participação.

Inscreva-se:
https://goo.gl/6ijYBb
www.congressojovensnapolitica.com.br





mercoledì 29 giugno 2016

RESGATE DA LÍNGUA AFRICANA USADA NA BAHIA NOS ANOS 40 VAI VIRAR LIVRO E CD

Resgate da Língua Africana 

usada na Bahia nos anos 40 vai virar livro e CD


Um cuidado histórico singular praticado nos anos 40, quando, através de recursos tecnológicos da época, gravaram os diálogos e cânticos dos rituais do Candomblé na Bahia, nos anos 40, possibilitou um estudo maior do universo linguístico. O acervo vai ser transformado em livro e CDs para que sirvam de estudo para a posteridade. Leia abaixo

Mãe Menininha (centro de frente) e suas sacerdotisas do candomblé no templo Ilé Axé Yá Masse, 
Salvador, Bahia, 1940-1941. 
Mãe Menininha, que era uma líder altamente respeitada Candomblé na Bahia, 
foi uma das principais informantes de Turner.  



Verena Paranhos - Cachoeira, BA



Xavier Vatin não imaginava o que poderia encontrar no acervo de gravações antropológicas da Universidade de Indiana (Estados Unidos), um dos maiores do mundo, quando resolveu fazer pós-doutorado na instituição.



Em sua pesquisa, o professor da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) se deparou com um tesouro desconhecido pelos brasileiros: 52 horas de gravações feitas pelo linguista norte-americano Lorenzo Turner entre 1940 e 1941, em sua passagem pela Bahia, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Sergipe e Mato Grosso.




"Eu não conhecia Lorenzo Turner, um neto de escravos da Carolina do Norte, o primeiro linguista a se formar em Havard e a mostrar que existiam línguas crioulas no país. Ele tem uma história de família incrível: em duas gerações foi da escravidão à excelência acadêmica".



A pesquisa de Vatin recentemente ganhou repercussão nacional por conta da descoberta de uma gravação rara que reproduz a voz do poeta Mário de Andrade (1893 - 1945), inexistente no Brasil (ver notícia aqui).


Na época, a tecnologia era cara e literalmente pesada: os equipamentos e discos de alumínio que guardavam as gravações totalizavam cerca de 250 quilos, um obstáculo a mais para quem viajava em navio a vapor.





Expedição Bahia



No entanto, o que desperta o interesse do etnomusicólogo são as 17 horas gravadas por Turner em terreiros de candomblé baianos durante sete meses, nos quais registrou filhos e filhas de santo e sacerdotes como Martiniano Eliseu do Bonfim, Manoel Falefá, Mãe Menininha do Gantois e o jovem Joãozinho da Gomeia.



"Cada minuto é muito precioso. A primeira coisa que eu ouvi foi uma gravação de Mãe Menininha, aos 35 anos, isso me fez chorar. São centenas de cantigas e rezas, além de ritos funerários gravados em diversos terreiros de Salvador, Cachoeira, São Félix, Santo Amaro. O precioso para o povo de santo é que muitas dessas canções e rezas se perderam", explica.




Vatin percorreu 5.000 quilômetros nos Estados Unidos para reunir também as fotografias e anotações de Turner feitas na expedição baiana.



O repatriamento do material vai dar origem a um CD duplo que será restituído aos terreiros, um livro e uma exposição fotográfica, cuja estreia está marcada para julho, no Museu Afro Brasil, em São Paulo.



"O que acho extraordinário, tanto na fotografia, como nas gravações sonoras, é que Turner traz literalmente a presença dessas pessoas. Talvez por ser negro, ele deu voz ao povo de santo como ninguém fez", defende o estudioso da musicalidade do candomblé.

Negra de turbante fotografada em 1870 por Albert Henschel  

Segundo Vatin, Turner foi pioneiro na década em que a Bahia se tornou referência para os estudos sobre a diáspora africana, antecedendo antropólogos como Pierre Verger, que aportou aqui em 1946.


Entre 1937 e 1946, importantes pesquisadores seguiram os vestígios quase que intactos de elementos africanos no estado. "Neste período, a Bahia foi laboratório de pesquisadores da cultura negra como Ruth Landers, Verger, Melville Herskovits, Roger Bastide, Edson Carneiro, Arthur Ramos. O trabalho de Turner ficou 72 anos esquecido. Se esse homem não fosse negro, com certeza seria muito mais conhecido", opina o francês radicado na Bahia há 23 anos.



Turner pesquisava as línguas crioulas faladas no Sul dos EUA por descendentes de escravos africanos e foi atraído pela Bahia depois de saber que nos terreiros daqui as pessoas falavam fluentemente iorubá, kibungo e fon, entre outras línguas.



"Essas gravações são os únicos documentos que a gente tem que comprovam que na década de 1940 as línguas africanas eram ainda faladas dentro dos terreiros. Além de uma mina de ouro para o povo de santo, esse material mostra que há muito tempo vem pessoas do mundo inteiro aqui para pesquisar essa cultura. Este trabalho é uma forma de reforçar a legitimidade da cultura afrobrasileira através da tradição do candomblé".

Fonte: A Tarde - Salvador, BA
Fonte: conexaojornalismo

Mario de Andrade: morto há 70 anos, será resgatado na próximo Flip

domenica 26 giugno 2016

Pink Floyd - Another Brick In The Wall


Another Brick In The Wall

We don't need no education         
We dont need no thought control         
No dark sarcasm in the classroom
Teachers leave them kids alone    

 


Hey! Teachers! Leave them kids alone!    
All in all it's just another brick in the wall.
All in all you're just another brick in the wall.

We don't need no education         
We don’t need no thought control        
No dark sarcasm in the classroom
Teachers leave them kids alone    
Hey! Teachers! Leave them kids alone!    
All in all it's just another brick in the wall.
All in all you're just another brick in the wall.

"Wrong, Do it again!"         
"If you don't eat yer meat, you can't have any pudding.   
How can you have any pudding if you don't eat yer meat?"
"You! Yes, you behind the bikesheds, stand still laddy!"

*
*

Un altro mattone nel muro 


Non abbiamo bisogno dell’istruzione
Non abbiamo bisogno di controllo mentale
Nessun cupo sarcasmo in classe  

 


Maestri lasciate in pace i bambini
Hei! Maestri! Lasciate in pace i bambini!
Dopo tutto è solo un altro mattone nel muro.   
Dopo tutto sei solo un altro mattone nel muro.   

Non abbiamo bisogno dell’istruzione
Non abbiamo bisogno di controllo mentale
Nessun cupo sarcasmo in classe  
Maestri lasciate in pace i bambini
Hei! Maestri! Lasciate in pace i bambini!
Dopo tutto è solo un altro mattone nel muro.   
Dopo tutto sei solo un altro mattone nel muro.   

"Sbagliato, Comincia da capo!"
"Se non mangi la tua carne, non potrai avere nessun dolce.
Come pensi di avere il dolce se non mangi la tua carne? 
"Tu! Si, tu lì dietro, rimani in piedi cretino!"        
(Tradotta da Alexia)



Pink Floyd - Another Brick In The Wall


Another Brick In The Wall

We don't need no education         
We dont need no thought control         
No dark sarcasm in the classroom
Teachers leave them kids alone    

 


Hey! Teachers! Leave them kids alone!    
All in all it's just another brick in the wall.
All in all you're just another brick in the wall.

We don't need no education         
We don’t need no thought control        
No dark sarcasm in the classroom
Teachers leave them kids alone    
Hey! Teachers! Leave them kids alone!    
All in all it's just another brick in the wall.
All in all you're just another brick in the wall.

"Wrong, Do it again!"         
"If you don't eat yer meat, you can't have any pudding.   
How can you have any pudding if you don't eat yer meat?"
"You! Yes, you behind the bikesheds, stand still laddy!"

*
*

Un altro mattone nel muro 


Non abbiamo bisogno dell’istruzione
Non abbiamo bisogno di controllo mentale
Nessun cupo sarcasmo in classe  

 


Maestri lasciate in pace i bambini
Hei! Maestri! Lasciate in pace i bambini!
Dopo tutto è solo un altro mattone nel muro.   
Dopo tutto sei solo un altro mattone nel muro.   

Non abbiamo bisogno dell’istruzione
Non abbiamo bisogno di controllo mentale
Nessun cupo sarcasmo in classe  
Maestri lasciate in pace i bambini
Hei! Maestri! Lasciate in pace i bambini!
Dopo tutto è solo un altro mattone nel muro.   
Dopo tutto sei solo un altro mattone nel muro.   

"Sbagliato, Comincia da capo!"
"Se non mangi la tua carne, non potrai avere nessun dolce.
Come pensi di avere il dolce se non mangi la tua carne? 
"Tu! Si, tu lì dietro, rimani in piedi cretino!"        
(Tradotta da Alexia)



OAB - SUBSEÇÃO DE BALNEÁRIO DE CAMBORIÚ: DIREITOS HUMANOS


Claudio Naranjo: egoísmo, educação e liberdade

mercoledì 22 giugno 2016

AMMALATI, GOFFI E RIDICOLI (DOENTES, DESELEGANTES E RIDÍCULOS)


AMMALATI, GOFFI E RIDICOLI

Non sembra un pò ridicolo, goffo e malaticcio, utilizzare il telefono, computer o qualsiasi altro dispositivo elettronico nei corridoi, nel caffè di fronte agli amici, all'interno di una biblioteca, durante una sessione di teatro o film al cinema, mentre qualcuno si rivolge a noi, guidando le nostre auto, durante una lezione, quando un insegnante sta parlando qualcosa o un allievo rispondendo, durante una conferenza, nelle cerimonie religiose, nel bel mezzo di un bacio od un rapporto sessuale?
No?
Bah! È perché siamo ammalati, del tutto ammalati, goffi e ridicoli!

(Pietro Nardella Dellova)

*
*
*
*

DOENTES, DESELEGANTES E RIDÍCULOS

Não nos parece um tanto ridículo, deselegante e meio doentio utilizar o celular, computer ou qualquer outro aparelho eletrônico, nos corredores, no café diante de amigos, dentro de uma biblioteca, durante a apresentação de uma peça de teatro ou sessão de um filme no cinema, enquanto alguém nos dirige a palavra, ao volante de  nossos carros, durante uma aula, quando um professor está falando alguma coisa ou um aluno respondendo, durante uma palestra, no meio de um beijo ou de uma relação sexual?
Não?
Bah! É porque somos doentes, completamente doentes, deselegantes e ridículos!

(Pietro Nardella Dellova) 

*
*
*

POST-MODERNITY




















BIBLIOTECA DEI GIROLAMINI (Napoli, 1586)


BIBLIOTECA DEI GIROLAMINI
(Napoli, 1586)


La Biblioteca dei Girolamini, Napoli, aperta al pubblico nel 1586, la Biblioteca dei Girolamini è la più antica di Napoli.
Luogo di studio frequentato da Giambattista Vico e Benedetto Croce, è annessa al Monumento nazionale dei Girolamini di Napoli ed è specializzata in Teologia, Filosofia, Chiesa cristiana in Europa, Storia della Chiesa, Musica sacra e Storia generale dell’Europa.
Il suo patrimonio consta di circa 160 mila volumi ed opuscoli.

Blog Caffè Diritto Poesia
www.nardelladellova.blogspot.com

*
*