alla Filosofia Dialogica, Letteratura, Relazioni Internazionali, Scienze Interculturali, Diritti Umani, Diritto Civile e Ambientale, Pubblica Istruzione, Pedagogia Libertaria, Torah, Kabballah, Talmude, Kibbutz, Resistenza Critica e Giustizia Democratica dell'Emancipazione.



ברוך ה"ה







venerdì 2 febbraio 2018

ACERCA DE IEMANJÁ

ACERCA DE IEMANJÁ
Em 2015, quando cumprimentei meus amigos e amigas pelo Dia de Iemanjá, alguém, talvez um radical da "teologia dos versículos", tentou, pelo inbox (caixa que pouquíssimas vezes abro), uma reprimenda contra mim. Disse-me o cérebro de versículos:
"Mas, Professor Dellova, o senhor sendo Judeu fez uma homenagem para Iemanjá? É estranho, é paganismo!"
Depois de ler, respirei fundo, e lhe respondi, sem medo de perder o contato (já que amizade é outra coisa):
"Então, eu, como Judeu, não tenho nenhum problema com Iemanjá, cultos afro-brasileiros ou quaisquer outras religiões. Minha cultura (Judaica) diz respeito a mim e aos meus! O problema com Iemanjá, cultos afro-brasileiros e outras religiões, parece ser seu, exatamente seu, que pretende, unidimensionalmente, pregar a "sua" salvação ao mundo (com exclusão e extermínio de quem não lhe ouvir!)".
E o esbulhador de "inbox", "pregador", "inquisidor", babão de versículos bíblicos e "exterminador do futuro - e do presente", desapareceu da minha lista de contatos... Que alegria!
Saravá! E, uma vez mais, aos amigos e amigas: SUPER FELIZ DIA DE IEMANJÁ!
[© Pietro N-Dellova, de 2015]

*
*

Nessun commento: